Atrativos da Ilha Anchieta

Entre as cinco ilhas de Ubatuba, a Ilha Anchieta destaca-se pela diversidade de atrativos e opções do que fazer.

Além das ruínas do presídio e do museu, são sete praias, cinco trilhas, mais de dez pontos de mergulho (para todos os níveis), mirante, entre outros.

Praias da Ilha Anchieta

As sete praias da Ilha Anchieta tem características distintas e são apropriadas para todos os públicos.

Logo ao chegar no píer de acesso existem duas e, por trilhas fáceis, chega-se em outras duas. As outras três tem acesso apenas pelo mar ou por trilha.

A Praia do Sapateiro e a Praia do Presídio são as duas principais. São, porém, praias de tombo, onde é preciso ter atenção com as crianças.

A Praia do Engenho tem acesso rápido e fácil por trilha a partir do extremo direito da Praia do Presídio. Por fim, das quatro mais facilmente acessíveis, a Praia das Palmas é a mais indicada para banho de mar e também a maior entre todas elas. O acesso também é por trilha fácil, mas essa a partir do extremo esquerdo da Praia do Sapateiro.

As outras três são a do Leste, Prainha ou Praia de Fora e a do Sul. A Praia do Leste e a Praia de Fora são separadas apenas por uma formação rochosa. No outro extremo, a Praia do Sul fecha a lista das praias da Ilha Anchieta.

Essas últimas três são excelentes locais para mergulhar em Ubatuba (link para a página sobre mergulho no UG). Se a atividade te interessa, ainda que snorkeling, por gentileza confira nossa página de índice de praias boas para mergulho em Ubatuba.

Fotos das Praias da Ilha Anchieta

Confira abaixo fotos das sete praias da Ilha Anchieta que você pode conhecer. Os registros fotográficos foram feitos a partir do mar para oferecer uma visão mais próxima de como você verá ao contratar passeios de escunas e lanchas.

Trilhas na Ilha Anchieta

Para quem gosta de caminhar pela mata e de conhecer a fauna e flora, é uma ótima pedida fazer as Trilhas da Ilha Anchieta. Algumas trilhas rápidas, como para a Praia do Engenho e para a Praia das Palmas foram deixadas de fora dessa lista, pois são praticamente passeios beira mar.

É importante notar que três últimas trilhas devem ser feitas com acompanhamento de monitores autônomos credenciados e com calçado fechado. Para informações mais detalhadas, por gentileza consulte diretamente com o PEIA.

  1. Trilha do Engenho (900 metros ida e volta): Essa trilha leva até a Praia do Engenho (para evitar confusões, há outra Praia do Engenho em Ubatuba, mas essa fica ao lado da Praia da Almada). Essa trilha passa pelo Mirante do Boqueirão, pela Praia do Engenho e termina no aquário natural, com águas transparentes onde é possível avistar diversas espécies marinhas. Nessa Piscina Natural é recomendado apenas o mergulho com snorkel.
  2. Trilha Subaquática (700 metros ida e volta): Ela também conduz até a Praia do Engenho e ao Aquário Natural. O mergulho durante o percurso margeando o costão rochoso possibilita o avistamento de peixes, além de organismos marinhos, como coral cérebro, algas, estrelas do mar e outros.
  3. Trilha do Saco Grande (2.830 metros ida e volta): Passando pelas Ruínas do Quartel e da Vila Militar da década de 50, o percurso termina em um costão rochoso com vista para o mar aberto. Pelo caminho avista-se mamíferos de pequeno porte que foram introduzidos ao local, além de espécies de pássaros silvestres.
  4. Trilha da Represa (700 metros ida e volta): No trajeto passa-se pela Vila Civil e pela Casa de Máquinas, depois sobe pela Mata Atlântica, passa pelo Mirante Passado e Presente para, por fim, terminar na represa.
  5. Trilha da Praia do Sul (2.200 metros ida e volta): Excelente local para mergulho autônomo, antes de chegar no destino final, pelo trajeto passa-se pelos mirantes “Costão das Palmas” e “Biodiversidade”.

Outras trilhas e opções de ecoturismo pela cidade

Qual o melhor período para visitar a Ilha Anchieta?

Diferente de outras Ilhas em Ubatuba, tal como a Ilha das Couves e a Ilha do Prumirim que também figuram na lista das mais visitadas, o Parque Estadual Ilha Anchieta tem estabelecido o limite diário de 1.020 pessoas. O melhor período para visitar a Ilha Anchieta é mais amplo que as outras, já que o número de visitantes durante é limitado mesmo durante o verão.

A melhor sugestão sobre quando visitar a Ilha Anchieta talvez seja mais direcionada para o planejamento ao invés do quando. São tantos atrativos e possibilidades que é difícil conhecê-la em uma única visita.

A Ilha de Maranduba e a Ilha dos Porcos completam a lista das 5 ilhas turísticas de Ubatuba. Além da Anchieta, a única que possui duas praias é a Ilha das Couves. Todas as outras possuem apenas uma praia, enquanto na Ilha Anchieta você poderá conhecer 7 Praias.

E por falar em sete, bem presente em Ubatuba, como a Trilha das 7 Praias e a Trilha das 7 Fontes, algumas empresas oferecem roteiros para a Ilha Anchieta e Praia das 7 Fontes num único pacote. Boa pedida se você deseja conhecer uma das praias de Ubatuba acessíveis por trilha sem precisar percorrer o trajeto por terra.

Para auxiliar no planejamento do passeio para a Ilha Anchieta, que tal saber mais sobre as praias, trilhas e atrativos?

Além das informações abaixo, você também pode visitar a página do Parque Estadual Ilha Anchieta no Ubatuba Guide, outro Guia de Ubatuba referência em informações de qualidade e bom atendimento.

Passeios de Escuna e Lancha para a Ilha Anchieta

Existem outras opções, entretanto os dois locais de embarque mais próximos do Parque Estadual da Ilha Anchieta são a Praia da Enseada e o Saco da Ribeira.

Entre outras, também é possível contratar um passeio de escuna para a Ilha Anchieta na Praia do Itaguá ou na Praia do Lázaro. Há ainda a possibilidade de contratar um passeio privativo de lancha em diversos pontos da cidade.

Uma dica valiosa durante o verão: Considere o translado entre o local de sua hospedagem e o Saco da Ribeira, pois o local de embarque está no centro de uma região muito movimentada.

Pesquise no Google para saber o trânsito na sua região, pesquise: PRAIA nome AGORA (substitua “nome” pela região da praia onde deseja saber o trânsito ao vivo) e procure por nosso blog nos resultados. Blog Go Ubatuba.

Passeio de Escuna ou Lancha para a Ilha Anchieta no Saco da Ribeira

No Saco da Ribeira você encontra tanto passeio de escuna como passeio de lancha para a Ilha Anchieta.

Praia e Píer do Saco da Ribeira, um dos locais mais próximos onde se pode contratar um passeio de lancha ou escuna para a Ilha Anchieta

O Saco da Ribeira é o principal emissor de embarcações turísticas. Ao contratar um Passeio de Lancha ou Escuna para a Ilha Anchieta com saída do Saco da Ribeira o embarque ocorre no píer.

A distância marítima entre o Saco da Ribeira e a Ilha Anchieta é de aproximadamente 8 km. O tempo de navegação varia de acordo com as condições do mar e aplica-se tanto para lanchas como escunas.

A travessia de lancha do Saco da Ribeira até a ilha é de aproximadamente 10 minutos com mar calmo e no máximo 20 minutos com ventos fortes. Já a travessia de escuna dura entre 30 e 40 minutos.

Valores do Passeio de Escuna e de lancha

Os roteiros oferecidos por nossos parceiros incluem pontos de parada distintos. O local de embarque do passeio coletivo é na Enseada, contudo ao fretar a embarcação é possível negociar e combinar o embarque no Saco da Ribeira. Os valores do passeio de escuna e lancha para a Ilha Anchieta são os seguintes.

  • Valores Passeio de Escuna: R$ 75 (dinheiro) e R$ 85 (cartão)
  • Valores Passeio de Saveiro: R$ 80 (dinheiro) e R$ 90 (cartão)
  • Valores Passeio de Lancha: R$ 120 (dinheiro ou cartão)
  • Valores Frete Saveiro: R$ 1.600 (4 horas) e R$ 2.500 (7 horas)
  • Valores Frete Lancha: R$ 1.500 (4 horas) e R$ 2.500 (7 horas)

Nos passeios coletivos crianças de até 4 anos não pagam. De 5 a 10 anos pagam meia. Há ainda a taxa cobrada pelo Parque Estadual Ilha Anchieta: R$ 15 por pessoa, crianças e idosos não pagam e estudantes pagam meia. O PEIA aceita apenas dinheiro como forma de pagamento.

Na página como ir para a Ilha Anchieta em Ubatuba em nosso blog você encontra mais informações e contatos.

Outras opções de passeios

História da Ilha Anchieta, um breve panorama

A história da Ilha Anchieta teve início muito antes do início do século XX, porém foi no início dele, em 1.902, que a intervenção do Estado começou a moldar aquilo que hoje conhecemos como Parque Estadual Ilha Anchieta (PEIA).

Entre os séculos XVI e XVIII, a história da Ilha Anchieta está relacionada com a ocupação pelos índios Tamoios, Tupinambás, liderados pelo Cacique Cunhambebe e, claro, pelos colonizadores. Durante esse período era um ponto de parada para os navios que realizam a rota comercial litorânea da capitânia de São Paulo.

Gradativamente a comunidade cresceu e viviam basicamente da agricultura e da pesca. No final do XIX, mais precisamente em 1.885, passou a ser chamada de Freguesia de bom Jesus da Ilha dos Porcos. Época essa em que os principais cultivos giravam em torno da pesca, do café, canal de açúcar, além dos negócios de secos e molhados e cultivos de subsistência.

História da Ilha Anchieta do Século XX aos dias atuais

Essa é um resumo brevíssimo da história da Ilha Anchieta e, a partir do século XX, é rapidamente apresentada abaixo.

  • 1.902: o então Presidente do Estado de São Paulo desapropria a ilha para a construção de uma colônia correcional.
  • 1.908: É inaugurada a “Colônia Correcional do Porto das Palmas”, popularmente conhecido como Presídio da Ilha Anchieta.
  • 1.914: Apenas seis anos após a inauguração o presídio é desativado.
  • 1.926: A ilha recebe 2 mil imigrantes búlgaros, gagaúzus e bessarabianos. Quase 10%, ou 150, morrem envenenados com a mandioca brava.
  • 1.930: A Colônia Correcional é reativada, mas nessa ocasião como presídio político.
  • 1.934: Quatro anos mais tarde a Colônia é reativada. A partir desse ano, em homenagem ao 4º centenário do Padre José Anchieta, passa a ser chamada de Ilha Anchieta.
  • 1.942: Outra transformação na colônia que, nessa ocasião, transforma-se em um Presídio de Segurança Máxima. Chamado de Instituto Correcional da Ilha Anchieta.
  • 1.945: A ilha recebe 170 japoneses do Grupo Shindo Renmei. Trata-se de uma associação de caráter nacionalista e considerada com organização terrorista criada no interior de São Paulo no início da década de 1940 por isseis.
  • 1.952: Ocorre a grande rebelião em 20 de junho, sendo esse o maior levante carcerário da história do Brasil.
  • 1.955: Meio século após a desapropriação da ilha para a construção da colônia e, depois de tantas transformações, o presídio é desativado.
  • 1.977: Ano da criação do Parque Estadual da Ilha Anchieta (PEIA).

De lá para cá e, atualmente, os principais objetivos do PEIA é a proteção e conservação dos ecossistemas naturais, assim como o desenvolvimento de pesquisas científicas, atividades voltadas para a educação ambiental e, também, a recreação em contato com a natureza.

Informações e referências sobre a Ilha Anchieta em Ubatuba SP Informações e Referências da Ilha Anchieta

Desejamos apresentar tudo que um lugar específico de Ubatuba tem para oferecer. É quase inevitável deixar passar algo, então eis algumas referências relacionadas com a Ilha Anchieta.

Referências internas e externas de interesse

Trilhas em Ubatuba e Ilhas de Ubatuba

Hospedagens

Praias de Ubatuba

O que fazer em Ubatuba

Página publicada em 01/12/2017 e revisada em 10/05/2019 por Redação Go Ubatuba